Perdi meu celular – Parte 3

CRO_electronics_lost_Stolen_phone_04-14

Estacionei o carro na garagem e quando eu vi o Paulo abrindo a porta da casa desabei a chorar. “Eu não queria ter perdido minha bolsa.” Ele me abraçou e disse: – “Amor. É só uma coisa.”

“Não é pela bolsa, nem pelo celular. É pela burrice que eu tô chorando.” – eu não sabia se chorava de tristeza ou de raiva. Continuar lendo “Perdi meu celular – Parte 3”

Perdi meu celular – Parte 2

aaaathe_scream

 

Enquanto descarregava as compras do porta-malas… – “Amor, não estou vendo minha bolsinha aqui atrás. Vê se eu não coloquei dentro de alguma sacola do mercado.”

“Não está aqui não, amor. Não está no banco de trás do carro?” – Paulo perguntou.

Meu coração disparou: – “Eu não me lembro de ter guardado a bolsa no carro. Ai, meu Deus!” Continuar lendo “Perdi meu celular – Parte 2”

Perdi meu celular – Parte 1

Captura de tela 2017-05-02 às 22.36.51.png

 

Sai de casa pra ir no mercado comprar algumas coisas que estavam faltando em casa. O mercado é bem pertinho de casa e ainda eram 6:30pm. Paulo iria precisar do carro só às 7:30pm então, pensei: “Uma hora pra comprar umas coisinhas. Tranquilo!!”

Como eu ia fazer uma compra bem rápida não quis levar a bolsa toda. Então levei uma bolsinha pequena com um zíper contendo meu celular e 2 cartões dentro. Continuar lendo “Perdi meu celular – Parte 1”

Trocando uma peça na Zara

zara

A Luiza ganhou uma blusa da tia Tânia de aniversário. Mas como ficou um pouco grande ela decidiu trocar. A sacola andou pra lá e pra cá em casa por quase um mês e, como eu não sou muito de shopping e o Catuaí não é caminho de casa, não tive muita urgência de ir lá. Mas os 29 dias passaram e Continuar lendo “Trocando uma peça na Zara”

Já elogiou alguém hoje?

demi-lovato-e-seus-cabelos-coloridos-700x488

Fui no Wallmart do Boulevard rapidinho pra comprar chips e um refri pro David. O que? Ah sim! As vezes meu filho come chips! (risos) Quem nunca?

Bem, na hora de pagar a moça do caixa estava nervosa coitada… ela estava em treinamento. E a moça que a estava treinando estava séria do lado dela. Mas, eu não pude deixar de perceber que o cabelo da moça séria era… Continuar lendo “Já elogiou alguém hoje?”

Por que não?

Por que nãoTenho dois filhos. Luiza com 16 anos e David de 6. Somos uma família em que a base do nosso relacionamento é a conversa. Nós conversamos muito e conversamos sobre tudo. Quando estamos juntos fazemos perguntas, contamos histórias, falamos sobre o dia a dia. Nossa família gosta muito de falar e todos têm seus momentos, até mesmo o Davizinho, de 6 anos. Acredite, ele ama conversar!

Uma das coisas que o relacionamento entre nossa família produziu em nós foi a confiança que temos uns nos outros. Prezamos por sempre falar a verdade, mesmo que ela seja difícil. E, estamos aprendendo, dia após dia, a melhorar na arte de falar a verdade em amor. É realmente uma arte falar a verdade. Precisamos escolher sempre a verdade que traz cura e não a verdade que traz destruição. Continuar lendo “Por que não?”

Descobri. Sou corredora!

Descobri que sou uma corredora porque, hoje em dia, meus tênis são equipamento de corrida, uso meu relógio com cronômetro para treinos com tempos definidos e meu mp3 está sempre atualizado com músicas para correr.

Descobri que sou uma corredora porque estou sempre tentando descobrir o meu limite, saindo da minha zona de conforto, em prol da minha saúde e sei exatamente o esforço que isso requer, e requer muito. Continuar lendo “Descobri. Sou corredora!”