Está bem difícil, mas não desisto!

Estou na semana 10 do programa de corrida, desde que comecei dia 30 de Janeiro de 2012. Essa semana, eu teria que andar 1 min, correr 10 min e repetir 4 vezes, com um total de 44 min, mas não vai rolar. A semana 8 foi muito difícil e por eu não ter conseguido completá-la, resolvi repetí-la na semana passada mas, mesmo repetindo a semana 8, eu não consegui avançar na programação e isso me deixou muito frustrada.

Na semana 8, enquanto esperava minha filha sair do inglês, aproveitei para correr à beira do lago. Pensei que, correndo debaixo das árvores com uma brisa fresca e uma paisagem sem igual, o cansaço não me venceria. Mas, infelizmente, aos 22min, com interrupção de 1 min andando, eu já estava muito ofegante e cansada. E, apesar de estar correndo debaixo das árvores, o tempo estava muito quente e eu estava transpirando muito. Parei. Alonguei e caminhei mais 5 min, tempo em voltei para a escola de inglês.

Enquanto eu caminhava até a escola, eu não parava de pensar por que não havia conseguido. Estava decepcionada comigo mesma e me sentia uma derrotada, fraca e vencida. Eu olhava meu cronômetro marcando 22 min e uns quebrados e estava muito triste. Mas, aos poucos, enquanto recobrava o ar, me lembrei de que caminhar é melhor do que ficar parada!

Durante a mesma semana, acordei e me aprontei para correr, determinada a vencer o gigante e chegar aos 32min do programa. E também, porque na mesma semana, havia comido exageradamente na casa de grandes amigos, David e Márcia Wang que, diga-se de passagem, são excelentes anfitriões, além dele ser um grande artista, tanto nas artes plásticas como na culinária! Afe! A comida estava tão gostosa que a gente não queria parar mais de comer e, agora, eu tinha calorias extras para queimar. Então, levantei um dos dias disposta a vencer a semana 8 e chegar aos 32min, E pensei: O que são 32min num dia de 24horas? Nada! Por isso, eu logo que sai de casa, liguei o cronômetro e fui sem olhar para trás, tinha certeza de que conseguiria. Mas, não consegui novamente. Aos 28min eu parei. Eu estava muito cansada. Caminhei até os 29min e já comecei a alongar os braços, pernas… me sentindo frustrada novamente.

A semana passada, que seria a semana 9, eu repeti a semana 8 já bem desanimada comigo mesma e pensando em desistir do programa. O Paulo foi correr um dia comigo, mas mesmo assim, eu não consegui completar a semana como quando comecei o programa.

Domingo, enquanto conversava com um casal de amigos, Fernando e Ana Paula Adamo, e depois com meu amigo Charles Debona, recebi conselhos que me fizeram abrir os olhos: – “Kelen, você está tentando seguir um programa e não está se divertindo mais. Saia para correr sem relógio, sem cronômetro. Isso realmente não importa agora. Você precisa resgatar a paixão primeiro.”

Uau! Foram palavras de Deus para mim. No mesmo dia ouvir a mesma coisa de amigos diferentes… Agradeço a Deus por esses amigos que me fazem prestar contas sobre a minha saúde. Estou motivada novamente! Ontem já sai para correr, e para meu espanto, correi 30 min com algumas caminhadas no meio. Mas, já estou me vendo correndo novamente pelas ruas, ouvindo minhas músicas e com um sorriso no rosto.

Como é bom prestar contas sobre a nossa vida para quem confiamos.

Na prática, a prestação de contas é a situação em que “A reporta a B quando A é obrigado a prestar contas a B de suas ações e decisões, passadas ou futuras, para justificá-las e, em caso de eventual má-conduta, receber punições. (retirado de Wikipédia)

Anúncios